Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Largo do Beco

O mundo num beco. A rádio num coreto. A cultura num blogue.

Rui Veloso atua em maio em Guimarães

André Carvalho/Site Rui Veloso/Direitos Reservados

 

Rui Veloso atua a 5 de maio no Multiusos de Guimarães, confirmou esta terça-feira a promotora PEV Entertainment. 

"O músico irá revisitar os mais importantes temas da sua carreira, que marcaram várias gerações, levando a plateia ao rubro. Temas como: “Não há Estrelas no Céu”,“Chico Fininho”, “Jura”, “Porto Covo”, “Sei de Uma Camponesa”, e “Nunca Me Esqueci de Ti” – são alguns dos êxitos que se irá ouvir neste concerto tão especial", refere a promotora.

Os bilhetes custam entre 25 e os 50€ e já estão à venda. 

estamos no Facebook e no Twitter.
visita também a Bilheteira do Largo

Mazgani em digressão com “The Poet’s Death”

Divulgação

Londres, Lisboa, Braga ou Loulé são algumas das cidades por onde vai passar a Tour de Mazgani. Na estrada com The Poet’s Death, o seu mais recente trabalho discográfico, Shahryar Mazgani vai ter como companhia em palco Vitor Coimbra no baixo, Isaac Achega na bateria, Manuel Dordio e Peixe na guitarra (este último somente nas datas de Ílhavo, Braga e Lisboa).

Nascido no Irão em 1975 chegou a Portugal aos quatro anos em fuga da Revolução Islâmica de 1979. Sobre o seu quinto álbum Mazgani confidenciou ao suplemento Ípsilon do jornal “Público” que fez canções com recursos mínimos, desenvolvidas sem pressas, gravadas sem procurar a perfeição. “É preciso que haja arestas para sermos gente, para sermos indivíduos, para sermos sujeitos”.

Em “The Poet’s Death” Mazgani assume “uma tentativa de mapear novas geografias interiores”, novos processos e locais deixando que as palavras surgissem naturalmente e até novas posições na guitarra que os dedos desconheciam.

 

Datas da Digressão

 

 

estamos no Facebook e no Twitter.
visita também a Bilheteira do Largo

Jazz Jam Session para transformar Café Teatro da Malaposta em Clube de Jazz

Divulgação

A Casa da Cultura da Malaposta em Odivelas vai transformar-se a 24 de novembro num Clube de Jazz. Jam Session tem hora marcada para o Café Teatro às 22h00, e preço único de 3,50€.

Vão ser 90 minutos de Jazz onde o Jam que é como quem diz: tocar sem saber o que vem à frente, de improvisação, vai ser o maior desafio. Como em todos os clubes de jazz, após o número principal, os músicos presentes vão ser convidados para subir ao palco e tocar com a banda sem nenhum ensaio prévio.

Nesta “session” irá estar a Academia de Música da Ramada com alunos, professores e amigos, que irão contribuir para transformar a Malaposta num Clube de Jazz todos os meses.

Uma oportunidade para ver estes músicos em estado puro, orgânico, numa partilha de momentos irrepetíveis, onde o público também pode participar de forma ativa. Jazz Jam Session pretende-se que sejam noites de boa Música, criatividade e improviso.

estamos no Facebook e no Twitter.
visita também a Bilheteira do Largo

Iron Maiden regressam a Portugal em 2018

Direitos Reservados

 

A nova digressão mundial dos Iron Maiden tem passagem marcada pela Altice Arena, a 13 de julho de 2018, num concerto que assinala o regresso da banda de heavy metal a Portugal.

De acordo com a organização, a Legacy Of The Beast World Tour, inspirada no jogo e no livro de B.D que a banda criou com o mesmo nome, apresentará elementos dos anos 80, palcos baseados em “mundos diferentes” e várias surpresas de álbuns anteriores.

“Por enquanto, não quero estar já a revelar demasiado, mas estamos a trabalhar numa série de palcos diferentes, todos de acordo com a tradição dos Maiden e esperamos proporcionar aos nossos fãs uma experiência fantástica quando vierem ver este espetáculo muito especial”, explica Rod Smallwood, manager dos Iron Maiden, em declarações à promotora.

A digressão tem início em maio, na Estónia, e terminará em agosto, no Reino Unido. Os bilhetes serão colocados à venda a partir de dia 24 de novembro.

estamos no Facebook e no Twitter.
visita também a Bilheteira do Largo

Darko grava Off totalmente em português

Direitos Reservados

O ano de 2018 marca o lançamento do primeiro álbum de Darko integralmente em português. Off é uma espécie de ode ao amor que tem nos mês do ano os capítulos deste projeto a solo de Zé Manel.

Depois de março, com letra de Pedro Chagas Freitas, e junho, com a participação da jovem atriz Barbara Branco, Darko apresenta agora novembro um tema com cheiro a bossanova. Ritmos mais alegres que contam a história de um amor interrompido através dos meses do ano, transformando em música o seu calendário e emocional.

Novembro é o mês que marca o início da história que deu origem a este terceiro álbum de originais de Darko e já tem videoclipe. Imagens que refletem a luz inerente ao encontro inspirador de um novo e verdadeiro amor, após uma fase de perdição, inadaptação e luxuria vivida pelo músico. As imagens fortes contrastam com a leveza do tema que cruza a bossanova com as raízes da música portuguesa atual, num poema escrito em tom confessional e apaixonado.

 

estamos no Facebook e no Twitter.
visita também a Bilheteira do Largo