Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Largo do Beco

O mundo num beco. A cultura num blogue.

Largo do Beco

O mundo num beco. A cultura num blogue.

30.10.17

Filandorra anima “Noite de Halloween” em Vilar de Perdizes


helena margarida

Direitos Reservados

Vila de Perdizes vai viver um grande 31. Que é como quem diz uma “Noite de Halloween” horripilante. As bruxas, bruxos, trasgos e diabos à portuguesa vão andar à solta pelas ruas desta pequena aldeia do concelho de Montalegre.

Diga-se de passagem, por aquelas bandas o misticismo e o oculto não são grande novidade. Não fosse Vilar de Perdizes a “capital” da bruxaria em Portugal. Quem também vai andar por lá a rondar, nesta noite de “doces ou travessuras”, é a Filandorra – Teatro do Nordeste. A Companhia preparou um conjunto de atividades para “assustar” os forasteiros, como por exemplo um atelier de caracterização para retocar figuras de bruxas, trasgos e bruxos… de última hora, com direito a Chá das Ervas… para todos os males deste e do outro mundo (maus olhados, inveja…e prevenção de diarreias agudas).

Nos restaurantes da aldeia, que estarão decorados com motivos ligados ao azar, foram desenhadas ementas embruxadas e, depois do jantar bruxas, trasgos e bruxos reúnem-se no Terreiro da Bruxaria para ensombrar os visitantes que queiram participar no Cortejo Embruxado, este ano virado ao contrário e verdadeiramente assustador. O corso vai percorrer as ruas e canelhos da aldeia, com os participantes a viverem situações inesperadas com a presença de personagens ocultas à luz de velas a provocar muitos percalços e sustos, ungentos, as lutas entre o bem e o mal, o pão que o diabo amassou!!!

A noite termina com a Tradicional Queimada, feita à base de aguardente e outros ingredientes naturais, esconjurada pelo Padre Fontes e o Bruxo Queiman com a presença do Deus Larouco e da sua corte de trasgos, dianhos, bruxos, bruxas e outras figuras quejandas… que à volta da grande fogueira se vão unir para ritual satânico do Beijo de despedida no cú do Diabo, que finaliza com o Bailinho das bruxas no terreiro com vassouras à mistura… a interação com os participantes vai ser uma constante nesta que é a noite de bruxas mais genuína de país.

Pelo sim, pelo não… não vá o diabo tecê-las…

 

“Eu te benzo Berzebu com a fralda do meu cu, pra que, enquanto vou e venho, não acordes tu…

Às terças e sextas, soltem-se as maleitas!

Às sextas e terças, cortem-se as cabeças!"

Contas Nordestinas de A.M. Pires Cabral

estamos no Facebook e no Twitter.
visita também a Bilheteira do Largo
publicidade
wook é uma oferta?