Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Largo do Beco

O mundo num beco. A cultura num blogue.

Largo do Beco

O mundo num beco. A cultura num blogue.

26.02.18

Festival RTP da Canção 2018: Diogo Piçarra acusado de "plágio". Cantor diz-se "surpreendido".


Bruno Fernandes

RTP/Direitos Reservados

 

A noite da segunda semifinal do Festival RTP da Canção 2018 foi de Diogo Piçarra. O cantor recebeu 12 pontos do júri e 12 pontos do televoto. 

Tudo podia ter corrido bem... até esta manhã quando o cantor foi acusado de ter plagiado uma outra música da década de 70 do século XX. Música essa ligada a temas mais evangélicos. O tema que seriviu de comparação é Abre Meus Olhos do pastor Walter McAlister, da Igreja Cristã Nova Vida, que, por sua vez, é uma versão de um original de Bob Cull e que tem como título Open Our Eyes (editado no início da década de 70). 

Diogo Piçarra viu-se obrigado a emitir um comunicado. Dizendo-se "surpreendido", o cantor refere ter a consciência "tranquila": "Nasci em 1990, não sou crente nem religioso, e agora descobrir que uma música evangélica de 1979 da Igreja Universal do Reino de Deus se assemelha a algo que tu criaste, é algo espantoso e no mínimo irónico. Desconhecia por completo o tema e continuarei a defender a minha música por acreditar que foi criada sem segundas intenções".

Dizendo que a ideia para Canção Do Fim que apresentou no Festival RTP da Canção surgiu em 2016, o cantor diz que "nunca participaria num concurso nacional com a consciência de que estava a plagiar uma música da Igreja Universal. Teria agarrado na guitarra e feito outra coisa qualquer". 

A RTP ainda não emitiu qualquer comunicado reagindo a esta questão. 

A atuação de ontem de Diogo Piçarra é, neste momento, o 2.º vídeo mais visto em Portugal.

27/02 22h15: correção dos dados referentes ao tema Abre Meus Olhos  

estamos no Facebook e no Twitter.
visita também a Bilheteira do Largo
publicidade
wook é uma oferta?

4 comentários

Comentar artigo